Croquetes de Soja com Arroz de Tomate Seco e Coentros


Vamos comprar
(para os croquetes)
1 chávena de soja granulada
1 cebola média
1 chouriço de soja
1 caldo Knorr Carne
2 ovos
Pão ralado q.b.
3 colheres de sopa de azeite
2 dentes de alho
1 colher de sopa de vinagre balsâmico
1 colher de sopa de molho de soja
(para o arroz)
2 colheres de sopa de azeite
1 chávena de arroz
1 pequeno molho de coentros
3 pedaços de tomate seco
1 cebola pequena
1 dente de alho

Vamos fazer
Para os croquetes, faz um refogado com a cebola e o alho e azeite, junta a soja previamente demolhada e escorrida e deixa cozinhar uns 10 minutos em lume brando, de seguida dilui o caldo Knorr numa chávena de café de água quente e adiciona juntamente com o vinagre balsâmico e o molho de soja. Deixa cozinhar até a soja absorver todo o líquido e reserva. (isto funciona ainda melhor se só fizerem os croquetes no dia seguinte e guardarem o preparado no frigorífico).
Bate os ovos numa tigela e põe o pão ralado num prato raso. Aqui é a parte criativa da questão, pode dar-se a forma que apetecer. Eu fiz bolinhas que é mais prático e rápido. Depois passa pelo ovo batido e de seguida pelo pão ralado. Deixar repousar (mais uma vez..se for de um dia para o outro ou no frigorífico é melhor). Frita até ficarem douradinhos. Deixa arrefecer e está pronto.

Para o arroz, faz um pequeno refogado com o azeite, cebola e alho. Quando a cebola estiver acastanhada junta o tomate seco,e pouco depois o arroz cru e deixa fritar cerca de 5 minutos. Adiciona água previamente fervida na proporção do dobro das chávenas de arroz. Deixa cozer cerca de 10 minutos até a água desaparecer, em lume brando para não colar.

Serve tudo junto e, se gostares dispõe mostarda antiga em grão para dar um toque aos croquetes.
Bom apetite!

Jantar de Austeridade Nacional








Vamos poder comprar
muito pouco
Vamos poder fazer
ainda menos

Ricardo.Bebe.Come. Com tecnologia do Blogger.

Surgiu como escape do stress da vida quotidiana.

Cozinhar é uma arte que embora pareça tarefa, dá a satisfação dobrada de se ter criado algo e de se poder desfrutar dessa mesma criação ao mesmo tempo. É um exercício que recomendo a todos!